Pular para o conteúdo
Voltar

Seduc promove maior formação não presencial realizada pela pasta; 16 mil professores inscritos

Entre os destaques está o uso de tecnologia Microsoft Team como recurso de interação entre profissionais da educação e estudantes
Adilson Rosa | Seduc MT

O curso será somente online - Foto por: Divulgação
O curso será somente online
A | A

Com quase 16 mil professores inscritos, tanto da rede estadual quanto municipal, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) inicia a maior formação não presencial realizada pela pasta.

A formação continuada, para a implantação do Plano Pedagógico Estratégico de Volta às Aulas Online e Off-line iniciou nesta segunda-feira (20.07) e será ofertada em duas etapas pelos 15 Centros de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação Básica (Cefapros).

A metodologia adotada é a perspectiva da aula invertida. O material de apoio está disponibilizado na plataforma Aprendizagem Conectada, no ícone “Orientações”, “Orientações aos Professores”, “Formação” e “Vídeos”.

A Formação Continuada será totalmente online e desenvolvida em dois blocos, sendo a primeiro de 20 a 31 de julho e o segundo, de 17 de agosto a 11 de setembro, totalizando 60 horas.

Segundo o superintendente de Políticas de Desenvolvimento Profissional, Adriano Sabino, o objetivo da formação é a preparação dos profissionais da educação para a mediação presencial e online com o uso das tecnologias digitais de informação e comunicação – (TDICs).

“A formação vai possibilitar ao profissional da educação, adaptações necessárias para atender a um cenário emergencial de aprendizagem remota durante e pós pandemia”, destaca o superintendente.

Além disso, a plataforma Aprendizagem Conectada continuará sendo uma ferramenta importante tanto para os alunos como para os professores. O material postado na plataforma foi construído a partir das habilidades a serem trabalhadas em cada ano da educação básica. Além de vídeos, jogos e e-books que se apresentam como sugestões para enriquecer as aulas do professor.

Tecnologia e monitoramento

Durante a formação, serão trabalhados com os participantes o uso de tecnologia como o Microsoft Team como recurso de interação entre os profissionais da educação e estudantes. Haverá destaque também para o monitoramento e registro escolar, como o Educa MT e o SigEduca. Outro ponto importante da formação será o diagnóstico da situação inicial, avaliação, produção de material e intervenção pedagógica.

Participam da formação professores da rede estadual, tanto efetivos como contratados, além de diretores escolares, coordenadores pedagógicos, assessores pedagógicos e três profissionais da rede municipal de educação, sendo um professor representante da educação infantil, outro professor representante dos anos iniciais e o terceiro, um professor representante dos anos finais.

Suma Importância

No entendimento de Adriano Sabino, as formações continuadas ofertadas pelos Cefapros serão de suma importância para o desenvolvimento profissional. “Em relação a essa formação específica, a proposta vem ao encontro da necessidade de apresentar ao professor as ferramentas adotadas pela Secretaria no processo de registro e interação com o estudante”, salienta.

A formação é fruto do processo pensado para a volta às aulas não presenciais no dia 3 de agosto. Essa é a terceira formação on-line. A primeira formação, com 8417 participantes, o foco foi as metodologias ativas. A segunda formação, com 6739 participantes, foram trabalhadas temáticas específicas do Documento de Referência Curricular (DRC)do Ensino Médio.

“Outras formações virão, todas com temáticas voltadas ao desenvolvimento da prática pedagógica e prática educativa dos profissionais da educação. Por se tratar de um processo, pretendemos que as próximas formações envolvam todos os profissionais da educação”, assegura.

O projeto de formação partiu do Plano Pedagógico Estratégico de Volta às Aulas, elaborado pela Secretaria Adjunta de Gestão Educacional, foi elaborado pela Superintendência Políticas de Desenvolvimento Profissional em conjunto com os quinze polos dos Cefapros.





Editorias