Pular para o conteúdo
Voltar

Projeto "Seduc Vai à Escola" reúne mais de 130 profissionais em Primavera do Leste

Os participantes tiveram a oportunidade de tirar dúvidas sobre a questões administrativas e pedagógicas das unidades escolares.
Adilson Rosa | Seduc-MT

Os participantes puderam tirar dúvidas sobre questões pedagógicas e administrativas - Foto por: Divulgação
Os participantes puderam tirar dúvidas sobre questões pedagógicas e administrativas
A | A

Mais de 130 profissionais da educação participaram do Projeto “Seduc Vai à Escola”, no município de Primavera do Leste (a 231 quilômetros ao sul da Capital). Estiveram presentes gestores escolares de 39 escolas estaduais dos municípios de Primavera do Leste, Poxoréu, Campo Verde, Santo Antônio do Leste, Gaúcha do Norte e Paranatinga, além de representantes das assessorias pedagógicas desses municípios. O evento foi realizado nesta quinta-feira (26.09), no Centro de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação Básica (Cefapro) de Primavera do Leste.

Durante o evento, os participantes tiveram a oportunidade de tirar dúvidas sobre a questões administrativas e pedagógicas das unidades escolares. Para muitos gestores, o projeto é um momento e oportunidade para se aproximar da própria Seduc.

O superintendente de Políticas de Desenvolvimento Profissional da Seduc, Adriano Sabino Gomes, explica que a proposta do projeto é colocar escola, Cefapro e Assessorias Pedagógicas, todos na mesma linha de pensamento. “Ele vem justamente para trazer mais de perto essa articulação entre as instituições e a Seduc”, frisa.  

A assessora pedagógica de Paranatinga e Santo Antônio do Leste, Raquel Gonçalves dos Reis, aponta o Seduc Vai à Escola como um projeto inovador, pois o foco é capacitar, orientar e também conduzir a gestão pedagógica com a administrativa. “É um projeto de suma importância para o chão da escola”, assegura.

Para o diretor do Cefapro de Primavera do Leste, Dilson Tomaz, o evento teve o máximo de aproveitamento por parte dos participantes. “O objetivo é levar o melhor da educação aos alunos”.

“Esse projeto é de grande valia porque os técnicos da Seduc tiraram nossas dúvidas e dividimos com eles nossos gargalos. O Seduc Vai à Escola veio no momento certo”, destaca a diretora da Escola Estadual 29 de Junho, Maria de Fátima Silva Lima.

A coordenadora pedagógica da Escola Estadual Alda Gawlinski Scopel, Elisângela Ricci, tem o mesmo pensamento. Ela avalia como de grande importância esse projeto. “Para nós que estamos vivenciando a prática pedagógica, o projeto é pensado justamente no pedagógico. A vinda dos técnicos da Seduc traz esse esclarecimento. É uma alegria participar desse projeto”, assinala.

Quem também saiu satisfeito foi o coordenador pedagógico Belarmino Neto, da EE Osvaldo Cândido Pereira. Segundo ele, o Seduc Vai à Escola faz um alinhamento entre o órgão central, a Assessoria Pedagógica e os gestores escolares.

“É um projeto importante e interessante porque o foco é a aprendizagem. Estamos discutindo o projeto político pedagógico da escola, gestão escolar, prestação de contas. Isso tudo é a forma de estudar a realidade da escola”, ressalta.

O diretor da EE Indígena Leonardo Vilas Boas, Wary Sabino Kamaiura, também elogiou o evento, pois os diretores das escolas indígenas podem levar mais informações às suas escolas. 





Editorias