Pular para o conteúdo
Voltar

Combate à violência contra mulher vira projeto de escola estadual em Rondonópolis

O trabalho desenvolvido pela professora de língua inglesa Patrícia Alves Santos Oliveira tem como foco estimular o protagonismo dos estudantes.
Adilson Rosa | Seduc MT

A professora adotou o livro da escritora indiana Rupi Kaur, cujo título é “Honey and Milk”, para trabalhar o tema - Foto por: Divulgação
A professora adotou o livro da escritora indiana Rupi Kaur, cujo título é “Honey and Milk”, para trabalhar o tema
A | A

A violência contra a mulher virou tema de um projeto desenvolvido pela Escola Estadual Stela Maris Valeriano da Silva, em Rondonópolis (a 202 quilômetros ao sul da Capital). Trata-se de um trabalho desenvolvido pela professora de língua inglesa Patrícia Alves Santos Oliveira, tendo como foco estimular o protagonismo dos estudantes.

“Em razão dos índices alarmantes de violência contra a mulher no Estado e, principalmente, em Rondonópolis, adotei como obra o livro da escritora indiana Rupi Kaur, cujo título é “Honey and Milk”, traduzido como “outros jeitos de usar a boca”, destaca a professora.

Patrícia lembra que a autora faz uma divisão de capítulos intitulados: “a dor; o amor; a ruptura; a cura”. Com uma linguagem poética e muito perspicaz, Rupi Kaur aborda as violências que as mulheres são acometidas nas mais diversas partes do mundo. A professora disponibilizou nos grupos de whatsapp das turmas o arquivo em PDF, para que os estudantes possam ler em seus aparelhos de celular.

Como avaliação, a proposta da professora é de que os alunos produzam cartazes em grupos com os poemas da Rupi, acompanhados de imagens de mulheres vítimas de violência, assim como ilustrações para serem expostos pela escola. “É uma avaliação que possibilite as diversas competências e habilidades. Isso é importante”, assegura.

Ela ressalta que os estudantes estão lendo o livro em inglês, para isto, buscam o auxílio do google tradutor e de dicionários.  Nas aulas, a professora trabalha os aspectos da língua de maneira contextualizada e realiza rodas de conversa a partir dos poemas escolhidos pelos estudantes.

O projeto nasceu, no início do ano letivo, com uma nova proposta educativa. Na semana pedagógica, os docentes reavaliaram o projeto político pedagógico (PPP), com a coordenação, a fim de discutirem novas metodologias.Conforme a equipe gestora, durante este ano, os projetos pedagógicos têm como objetivo estimular o protagonismo das crianças e dos adolescentes.

A professora Patrícia vem desenvolvendo suas aulas nessa perspectiva de letramento crítico, adotando um gênero textual para cada bimestre. Neste primeiro, com as turmas de ensino médio, o foco tem sido o gênero poema.





Editorias