Pular para o conteúdo
Voltar

Profissionais da educação participam da etapa de atribuição aos remanescentes

Essa etapa é para quem não conseguiu vaga na escola onde estava lotado
Adilson Rosa | Seduc-MT

$imgTxt - Foto por: Adilson Rosa Seduc MT
$imgTxt
A | A

Técnicos da Secretaria de Educação (Seduc) participam nesta terça-feira (29.01), juntamente com os assessores pedagógicos de Cuiabá e Várzea Grande, do processo de atribuição de aulas ou cargo para os profissionais da educação que ficaram remanescentes. Essa etapa, que ocorre nas 98 assessorias pedagógicas da rede estadual, atende aos professores, técnicos administrativos e apoios que não conseguiram vaga na escola onde estavam lotados e faz parte do Processo de Atribuição Simplificado (PAS) para o ano letivo de 2019.

Em Cuiabá, o atendimento aos remanescentes ocorre na Escola Estadual Liceu Cuiabano Maria de Arruda Muller. Os professores foram agrupados por área de conhecimento, além dos técnicos administrativos e apoio. No período da manhã, cerca de 300 profissionais buscavam nova lotação.

Segundo o assessor pedagógico de Cuiabá Alex Rufino da Silva, os profissionais da educação foram chamados para a atribuição em uma nova unidade escolar, conforme a pontuação geral por disciplina, levando em consideração a ordem decrescente.

“O professor é chamado para verificar os quadros fornecidos pelas escolas e escolher uma escola que seja de seu agrado. Tudo em um trabalho transparente”, destaca. Ele lembra que muitas vezes, o professor vem como remanescente apenas para completar a carga horária. Para um concurso de 30 horas, são 20 horas semanais em sala e 10 de hora-atividade. 

Várzea Grande

Em Várzea Grande, o atendimento aos remanescentes foi na Escola Estadual Adalgisa de Barros, ao lado da Assessoria Pedagógica. Os professores também foram distribuídos por área de conhecimento.

“Uma equipe da Seduc está dando todo o suporte, uma vez que todos os assessores daqui são novos. Com isso, será possível fazer um trabalho rápido, sem problemas, com todos saindo daqui com a lotação escolhida”, explica o assessor pedagógico por Várzea Grande Denilson Soares da Silva.

Tanto em Cuiabá como Várzea Grande, antes do início dos trabalhos, os assessores afixaram no quadro das duas escolas uma lista com todos os remanescentes, conforme a classificação em ordem decrescente para cada disciplina, além dos técnicos administrativos e apoio.

Vagas para todos

A coordenadora de provimento da Seduc, Consuelo de Fátima Lima Nunes, que integra a equipe de apoio à Assessoria Pedagógica de Cuiabá, destaca que os remanescentes podem ficar tranquilos porque existem vagas para todos.

“Estamos ajustando os nossos trabalhos. Ninguém ficará prejudicado, pois todos sairão com uma nova lotação do local para a etapa dos remanescentes”, assegura. Ela lembra que muitos profissionais chegam nessa etapa apreensivos porque não sabem o que vai acontecer, mas como existem número de vagas suficientes, todos terão um novo endereço para atuar na educação. A expectativa dos técnicos da Seduc e dos assessores pedagógicos é que todos os remanescentes participem do processo.

Remoção

A próxima etapa será nesta quarta-feira (30) com a atribuição para os professores que conseguiram a remoção de um polo para outro. “Assim que concluirmos a etapa dos remanescentes, os servidores que fizeram e tiveram a remoção deferida, serão chamados para a lotação”, ressalta.





Editorias