Pular para o conteúdo
Voltar

Seduc registra mais de 770 inscrições para eleição de diretores de escolas

Eleições ocorrem no dia 22 de novembro em todas as unidades educacionais onde houver candidatos inscritos
Adilson Rosa | Seduc-MT

Junior Silgueiro/Seduc MT
A | A

A Secretaria de Estado, de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) registrou até o momento mais de 770 inscrições para concorrer a eleição de diretores das escolas estaduais. As inscrições foram encerradas nesta terça-feira (09), porém as Assessorias Pedagógicas têm até o próximo dia 17 para repassar à instituição as fichas de inscrições confirmadas.    

Segundo a Superintendente de Gestão Escolar, Rosângela Moreira, a eleição para diretores é um dos pilares da gestão democrática, que é a participação da comunidade escolar. “Para o candidato ser eleito é preciso que seja uma pessoa preparada, ter a melhor proposta e planejamento de resultados”, destaca.

A expectativa é ter mais de um candidato por escola o que fortalece e legitima o processo democrático.

Moreira lembra que os professores em readaptação podem concorrer nestas eleições, uma vez que estão numa função técnica. “E diretor é uma função técnica”, frisa. Profissionais da educação com formação superior em licenciatura também podem concorrer.    

Conforme o edital 20/2018, após a inscrição, na qual deverá apresentar uma série de documentos, o candidato estará apto para a etapa seguinte que prevê ciclos de estudos organizados pelos Cefapros, com apoio das Assessorias Pedagógicas, sob a orientação da Superintendência de Gestão Escolar da Seduc.

Mandato

As eleições ocorrem no dia 22 de novembro em todas as unidades educacionais onde houver candidatos inscritos. O documento informa ainda que a posse é no dia 10 de dezembro para um mandato de dois anos.

O efetivo exercício efetivo para o novo gestor inicia no dia 1º de janeiro do próximo ano, mas a posse ocorre no dia 10 de dezembro. “Esses 21 dias serão um período de transição para que o diretor que encerra o mandato coloque o novo gestor a par da administração”, finaliza Moreira. 





Editorias